Wednesday, March 15, 2006

ÁFRICA

São muitas as dúvidas que surgem
Ao tentar desvendar o teu mistério
Toda a sorte, toda a solução urgem
Mas não chegam ao Sul hemisfério

São muitas as razões de tal destino
Mas nenhuma capaz de justificar
Toda esta miséria, dor e desatino
Que muitos insistem em mistificar

São muitas as vozes que clamam
Gritos de dor e angústia silenciados
Desesperos que no teu peito inflamam
Esperanças em ritmos cadenciados

São muitas e profundas as incertezas
Diversas e vagas as dissertações
Sobre um futuro vago em certezas
Que arrancam das almas as ilusões

São muitas as riquezas que escondes
No fundo desta tua misteriosa alma
Cobiça de Reis, Nobres e Condes
Mas a tua grande dor ninguém acalma

São muitas as famílias do teu Lar
Longe desse teu almejado conforto
Contrariados por assim te abandonar
À busca de um estranho bom porto!

Waldir Araújo

1 comment:

Flávio Côrrea de Mello said...

Caro sr.
Gostaria de saber se há alguma publicação sua disponível no mercado brasileiro?
Escreva-me, por favor,

Flávio,

flaviomello@travessa.com.br